Bruce Springsteen::Magic

O album novo do Bruce Springsteen, até agora o album melhor avaliado este ano pela Rolling Stone, é bem interessante. Sem dúvida, um bom cd de rock, e tudo mais.

Mas, por outro lado, sei lá.

Eu entendo que o Bruce foi influenciado pelo Dylan e pelo Neil Young e outros artistas igualmente interessantes, além, é claro, de ter salvado o mundo de Pete Frampton, o que lhe garantiu um lugar no primeiro escalão do rock. However, não consigo deixar de achar o Boss um cara meio monotom. Tá, eu sou fãzoca de Bob Dylan, e todo mundo acusa o Dylan de monotonisse. Mas taí, eu não acho. Agora, Bruce me dá uma sensação de repetição meio chata.

Todo mundo diz que o Bruce tem que ser visto, não apenas ouvido. Vai ver é isso.

Não se enganem, o album é bom, mais que isso, é muito bom. Só me cansou um pouco. Sei lá, talvez eu só esteja com sono.

Comments
One Response to “Bruce Springsteen::Magic”
  1. moche disse:

    Springsteen é chato. Ok, eu sou contraditório, já que gosto do pastiche que os Killers fizeram dele no segudo álbum, mas foda-se: é chato. :)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: