Joy Division

Não é que Joy Division seja a melhor banda dos anos 80 (eles tem que comer muito feijão para serem melhores que Neubauten e Sonic), mas acho que pouca gente influenciou tanto a sonoridade de um período de tempo quanto estes caras.

Ouvindo o Unknown Pleasures, eu fico pensando, “cara, o pessoal do Interpol realmente pegou mais do que um ou dois compassos daqui, néhn?”

Tá, eu mudei minha opinião sobre o Curtis. Eu achava ele um letrista primoroso, hoje acho que ele é só razoável – tipo, comparar com o Nico Caverna chega a ser sacanagem. Mas já que estamos entre dois que escrevem em ingles, parece justo.

Vai entender que diabos de maluquice me bateu para ouvir Joy Division. Enfim, época boa esta do rock ingles onde as bandas mais interessantes eram Bauhaus, The Cure, Jesus e Joy, ao contrário de The Killers, Libertines e, deus nos livre, Coldplay.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: