Quando os Juízes concordam…

“To begin with the constitution… is referring to punishment for crime. And, for example, incarcerating someone indefinitely would certainly be cruel and unusual punishment for a crime.” Justice Scalia argued that courts could take stronger measures when a witness refused to answer questions. “I suppose it’s the same thing about so-called torture. Is it really so easy to determine that smacking someone in the face to determine where he has hidden the bomb that is about to blow up Los Angeles is prohibited in the constitution?” he asked.

Scalia é o membro mais conservador da Suprema Corte americana, e parece que não tem medo de dar uns passos adiante naquilo que parece ser a legitimação normativa da tortura nos Estados Unidos. A entrevista dele na BBC é direta ao ponto, e expressa os argumentos da escola do Giulianni, Bush e compania, qual seja: a proteção da segurança interna justifica tudo, inclusive erros.

Claro, o Scalia é um sleezie motherfucker. Não estamos falando de dar um soco na cara de alguém, estamos falando em colocar uma pessoa de cabeça para baixo e jogar água na cabeça dela, simulando um afogamento – estamos falando de colocar fios elétricos nos testículos e dar choque até o indivíduo falar, em quebrar os dedos do interrogado até ele falar – ou mesmo sem ele falar, só pela diversão.

Mas cabe perguntar: Tortura vale? Em que circunstâncias? Ou simplesmente não vale em qualquer circunstância? Mais ainda, quem deve definir o que é tortura?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: