Henry Bean @ Huffington Post

(…)Obama is America’s hope, and possibly its last hope. Because if the nation, offered by some miracle a candidate of this caliber, turns him down in the usual access of cynicism, in terror of its own better nature, it will know what it is has done, and it will know implicitly that in doing so it has renounced itself. To pick Clinton or McCain over Obama is an act of despair. It is a way saying that the country is beyond redemption, so we might as well choose a candidate who expresses our despair, a candidate who employs the same low aspirations and brutal methods that have characterized our politics for the past generation. Yes, Clinton is exceedingly bright, and perhaps quite competent, but at a moral and a spiritual level, in matters of vision and leadership, she is simply another pol. McCain, though a decent man, seems to be even less than that. Together, they represent business as usual, and for the nation, at this crucial moment, business as usual constitutes despair, a firm conviction that we can do nothing truly to right this country, reinvigorate and renew our national purpose.

Achei interessante. Mas não sei se confio muito neste papo de esperança; para mim, a grande qualidade do Obama é o poder de agregação, ele tem um alcance realmente impressionante. Fora isso? Já disse, de início eu confiava mais na Hillary, mas achei que ela foi longe demais no querer ganhar as prévias, e agora acho que ela é apenas mais do mesmo – coisa que talvez o Obama possa não ser.

O McCain era a alternativa mais liberal entre os republicanos, o que significa, basicamente, merda nenhuma.


AddThis Social Bookmark Button

Comments
One Response to “Henry Bean @ Huffington Post”
  1. moche disse:

    Não estou aí para entender direito dos EUA, mas, pelo que vejo e leio, estou concordando com o artigo.

    Me parece que o Obama é a última esperança de nós — “anti-anti-americanos” (hehehehe) — de dizer que os EUA não são só o país de Bush, das multinacionais, da ganância, do dinheiro, do medo e do imperialismo militar, mas também o lugar de Rawls, do liberalismo político, das tradições democráticas sólidas, do Welfare State, das liberdades civis, dos direitos das minorias, etc. Para mim (posso estar errado) ele representa tudo isso (com a palavra “esperança”).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: