50 tiros.

“How did three police officers get off on all eight counts?” the Mississippi rapper David Banner asked me. “They didn’t even get reckless endangerment. Police officers aren’t trained to shoot fifty times. This is life in the Bush era—people are doing whatever the hell they want to. They know we’re not going to do anything about it, and apparently we don’t.”

A história, que a New Yorker repercute,  é a seguinte: estes policiais pararam este cara por DWB (é uma infração parecida com DUI, driving under the influence, esta é Driving While Black), e acharam que o cara estava pegando uma arma (ele estava pegando a carteira de motorista). Como resposta, então, os policiais deram 50 tiros em um suspeito desarmado que sequer havia saído do carro.

Um juiz em NY achou por bem inocentar os policiais, concordando com a tese da defesa “um homem faz um movimento brusco, durante uma operação, ele dá causa para dúvida significativa o suficiente para que a polícia responda”. A resposta proporcional, pelo visto, são cinquenta tiros.

É o primeiro episódio do tipo na administração do Bloomberg. Durante a administração do Giulianni, e isto foi pré 9/11, no apogeu da tolerância zero, um africano foi abordado pela polícia no central park, ele nào falava inglês, e ao alcançar o passaporte, levou um bocado de tiro. A decisão foi parecida.

Precisa dizer alguma coisa? Quer dizer, precisa, realmente, apontar o que tá errado nesta história? Poderia mencionar o caso do brasileiro em Londres, também. Ainda que no último caso a paranóia com relação ao terrorismo possa explicar, embora não justifique, a conduta da polícia inglesa. Nestes dois que coloquei acima, evidentemente, não tem nada a ver. É só racismo mesmo.


AddThis Social Bookmark Button

Comments
2 Responses to “50 tiros.”
  1. Ferrari disse:

    Me explica outra coisa também:
    http://www.govexec.com/dailyfed/0506/053006r1.htm
    Eu sei que aqui o tópico é outro, mas acho que serve no panorama geral.
    É o preço da liberdade.

  2. moche disse:

    Não tem nada pra explicar não. É só o óbvio mesmo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: