PSYOPS e o lobby dos especialistas militares

The U.S. government defines “Psychological Operations (PSYOPS)” as “planned operations to convey selected information and indicators to foreign audiences to influence their emotions, motives, [and] objective reasoning.” These propaganda strategies, however, are not allowed to “target U.S. citizens at any time, in any location globally, or under any circumstances,” on the directions of Executive Order S-12333. (…) The DOD touts the fact that it “declassified and posted on the Internet highly sensitive memoranda on interrogation techniques” to prove it has nothing to hide. But if this 8,000–page document dump–a maze of duplicated memos and organizational charts, fat packets of favorable press clippings and redacted names, vetted by the very people whose actions and careers it concerns–taught me anything about the Defense Department’s approach to the war in Iraq, it’s that when you’re looking for the truth, sometimes it’s not what you have, but what you don’t have that counts.

O The Plank, na The New Republic, colocou esta matéria sobre a questão da guerra psicológica dentro dos estados unidos para manter a guerra em andamento. São quatro partes:

DOD Document Dump, Part 1: The Joke’s On Us
DOD Document Dump, Part 2: Girl Power!
DOD Document Dump, Part 3: Grave Concerns
DOD Document Dump, Part 4: Gitmo Fieldtrip!

Cada uma explica com alguns detalhes como o governo americano fez lobby, colocando gente do pentágono a fazer propaganda do governo como especialistas militares independentes. Não acredito tanto no poder desta gente em formar opinião, mas existe, é claro, um certo alcance no que eles dizem – e o fato do governo ter tentado este tipo de medida já é grave o suficiente para ser mais do que apenas uma notinha de rodapé entre o livro dos anos Bush. No fim das contas, isso é capaz de virar um capítulo.

Evidentemente, tem repercutido pouco na mídia convencional esta história, já que as grandes redes não querem admitir que foram pimpadas pelo governo, mas a disseminação pelos blogs dos pormenores mais trash disso tudo tá começando a dar alguma repercussão. Ainda que entre os junkies de notícia, feito eu.

A coisa vai muito além de apenas o problema com a imprensa, e chega na troca de favores entre analistas militares independentes e o pentágono – algo do tipo “o que é ruim a gente esconde, o que é bom a gente publica e o que dá repercussão a gente inventa”.


AddThis Social Bookmark Button

Comments
3 Responses to “PSYOPS e o lobby dos especialistas militares”
  1. Marcelo disse:

    Nada a ver… psyops emprega agentes psiquicamente ativos pra manipular as mentes de daqueles que se opõe ao regime militarista/imperialistas americano. Tsc tsc tsc… tolinho…

  2. paulo disse:

    Creio que vcs não conhecem co a devida profundida Op Psi,que não é uma coisa de brincante

  3. Ferrari disse:

    Guerra de 4ª geração é isso aí. A China já está fazendo a de 5ª.
    O legal é que é quase guerra civil e ninguém percebe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: