Cruel and unusual punishment

“My wife and I take the position that we expect the worst and we hope for the best,” he said. “I’ve been here long enough that I’ve seen all kinds of things happen. … I am preparing myself, physically and mentally, expecting that on July 22 they will do what they say they’re going to do.”

Eu sei que as pessoas que estão no corredor da morte, via de regra, não são anjos inocentes expostos ao horror de um poder soberano. Mas tem algo na brutalidade da pena capital que me incomoda. E toda vez que eu leio notícias sobre execuções, eu fico comovido.

Não pela pessoa que vai ser executada, acho que não tanto por isso. Mas pela quantidade de gente que acha que isso pode de alguma forma funcionar, que diminui a criminalidade, ou que serve como resposta da sociedade à uma conduta especialmente repugnante. O que eu questiono é se colocar alguém em uma câmara para levar uma série de injeções, enquanto o público o assiste morrer, não é apenas a reedição de um procedimento de remissão de pecados que remonta à antiguidade. O cara que tá ali morrendo pelos próprios pecados também morre um pouco pelos de todos os outros que assistem de camarote o espetáculo.

Talvez isso tudo tenha razões antropológicas que eu não consiga mediar, e justamente por isso possa ainda ser válido. Não quero levar este meu discurso às últimas consequencias, que seria questionar a própria noção de Pena, ou de penitência. O isolamento de quem não sabe jogar as regras do contrato social é importante, mas este sacrifício humano tem um custo muito alto para a minha cabeça presa na modernidade política.


AddThis Social Bookmark Button

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: