Seria Heidegger EMO?

Suspeita do Tiago, vamos para a evidência número um:

Da mesma forma que o Dasein, enquanto é, continuamente já é o seu ainda-não, ele também já é sempre o seu fim. O findar implicado na morte não significa o ser e estar-no-fim do Dasein, mas o seu ser-para-o-fim. A morte é um modo de ser que o Dasein assume no momento em que é. “Para morrer, basta estar vivo” (Id., p 26).


A enquete está aberta. Ou no-aberto.
AddThis Social Bookmark Button

Comments
3 Responses to “Seria Heidegger EMO?”
  1. Marcos disse:

    Esta segunda evidência vem de Tugendhat: “En todo caso no hay expresamente una referencia al aspecto de la deliberación y esto se debe a que en SuZ falta el concepto de bueno. (…) La moral, si por ella se entienden las norams que me dicen qué es bueno o malo en consideración a los interesses de los demás, no existe en SuZ”. (Autoconciencia y Autodeterminación, p. 187-8).

  2. Marcos disse:

    Nesse site, http://evans-experientialism.freewebspace.com/cartooncontents.htm,há evidências de EMOS pintando Heidegger de EMO!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: