Yeda e a εὐδαιμονία

É inadmissível ser feliz.

Ahan, certo. Desculpa que a gente fica curioso pela tua casa faraônica, inclusive, desculpa ficar desconfiado, já que tu tem “trabalho para burro”.

Por sinal, agradeço se alguém souber o nome do Psiquiatra da Yeda. O cara é bom. O remédio parece bem bom.


AddThis Social Bookmark Button

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: