Foi épico

Chegamos por volta das sete horas, já haviam algumas pessoas no lugar. Frio. A Ana Paula, desta vez, resolve reclamar – depois da bravura espetacular em uma manhã que estava muito pior que hoje de noite. Frio, é claro. -7 com sensação térmica de -14.  Ventinho nas ventas. Demos uma banda, tiramos fotos:

dsc_0031

Eu – amo -esta cidade.

Cara, tava frio. Daí teve o primeiro set de fogos, que é patronizado pelo McDonnalds, blah blah blah. 8:15 da noite. Trizinho. Mas nada de espetacular. Fomos almoçar, no Ale, onde fomos da outra vez que estivemos no Navy Pier. O Ale estava com um cardápio reduzido, por motivos óbvios, e servindo bebida em copo de plástico (!!!). Com o tempo, o Navy Pier foi entupindo de gente. Acabamos no Billy Goat Tavern, onde tu come CHEZBORGERS, NO FRIES, CHIPS, NO PEPSI, COKE.

Ficamos ali até 11:30, enquanto a Ana Paula bebia ceva ilegalmente,  quando nos metemos no meio da galera que estava na galeria do Navy Pier se protegendo do frio e fomos pegar um lugar bacana para ver os fogos. Ficamos na escadaria da roda gigante, onde da outra vez que eu havia estado ali, aprendi que seria o melhor lugar. Uma galera dançando, pulando e bebendo. Musica tocando, boa música. Chegamos coisa de quinze minutos antes da contagem. Com o início de 2009 de acordo com o horário local, começam os fogos.

Acho que foram quase vinte minutos sem parar, e foi muito divertido, muito divertido mesmo. Deu até para esquecer do frio.

dsc_0094

Acabamos a noite, caminhando pela Illinois Avenue, pegando um taxi e correndo para casa. Agora são duas e meia, o que é, admito, cedo para terminar o primeiro dia do ano. Mas as gurias estavam podres de cansadas, especialmente pelo frio, que realmente torna ficar na rua por muito tempo exaustivo. Foi uma noite fantástica, e barata! Gastamos absurdamente pouco para passar o ano em uma cidade como chicago e em um lugar como o Navy Pier.

Inclusive, existe algo para ser dito sobre a opção de Chicago: toda a orla do Lago Michigan é pública. Toda. Sem exceção. Não existe especulação imobiliária privada no espaço da Orla, e isso criou um espaço público fantástico, do qual participam o Navy Pier, os Museus de História Natural, Planetário, Lincoln e Schedd além de diversos parques e memoriais. No momento em que se discute a “revitalização do porto” em Porto Alegre, com a construção de mais um shopping, que certamente porto alegre não precisa, seria interessante pegar o exemplo de Chicago como modelo. A revitalização de Chicago – pelo menos do centro – começou pela revitalização da área do Pier e dos Museus. Creio que qualquer um que passe por Chicago hoje, vai concordar que funcionou.

Anúncios
Comments
2 Responses to “Foi épico”
  1. OiYes disse:

    Parabéns pelo blog, gostei… e um ótimo início de ano, feliz ano novo. E que continue postando em 2009, gostei dos posts.

  2. Sérgio disse:

    “No momento em que se discute a “revitalização do porto” em Porto Alegre, com a construção de mais um shopping, que certamente porto alegre não precisa, seria interessante pegar o exemplo de Chicago como modelo” Tu já sabe o que fazer para melhorar nossa cidade né?: MANDE A VACA CHUTAR O LAMPIÃO EM PORTO ALEGRE….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: