Indo nada bem

Creation and all creatures are God’s free act. Thus God is he originator of evil. If not, why did He not then keep creatures from being evil? If the Absolute is free and thus obviously free in the absolute sense, it must after all have infinite possibilities of choice, including that of not letting evil be at all. Schelling rejects this traditional and common consideration in two respects. He shows that [1] God does not have infinite possibilities of choice and cannot have them and [2] God cannot let evil not be.

[Criação e acriatura são atos livres de Deus. Assim, Deus é originador do mal. Caso contrário, porque Ele Não evitou que criaturas fossem más? Se o Absoluto é livre e consequentemente obviamente livre no sentido absoluto, ele [o absoluto[ deve ter todas as infinitas possibilidades de escolha, incluindo a de deixar o mal não ser de forma alguma. Schelling rejeita esta consideração  comum e tradicional em dois aspectos. Ele mostra que [1[ Deus não tem possibilidades de escolha infinitas, e não poderia tê-las e [2] Deus não pode deixar o mal não-ser.]

Ok, eu estou gradualmente voltando a odiar o Idealismo. Melhor assim.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: