Reflexões

When I see the spirit of liberty in action, I see a strong principle at work; and this, for a while, is all I can possibly know of it. The wild gas, the fixed air, is plainly broke loose; but we ought to suspend our judgment until the first effervescence is a little subsided, till the liquor is cleared, and until we see something deeper than the agitation of a troubled and frothy surface. I must be tolerably sure, before I venture publicly to congratulate men upon a blessing, that they have really received one. Flattery corrupts both the receiver and the giver, and adulation is not of more service to the people than to kings. I should, therefore, suspend my congratulations on the new liberty of France until I was informed how it had been combined with government, with public force, with the discipline and obedience of armies, with the collection of an effective and well-distributed revenue, with morality and religion, with the solidity of property, with peace and order, with civil and social manners. All these (in their way) are good things, too, and without them liberty is not a benefit whilst it lasts, and is not likely to continue long. The effect of liberty to individuals is that they may do what they please; we ought to see what it will please them to do, before we risk congratulations which may be soon turned into complaints. Prudence would dictate this in the case of separate, insulated, private men, but liberty, when men act in bodies, is power. Considerate people, before they declare themselves, will observe the use which is made of power and particularly of so trying a thing as new power in new persons of whose principles, tempers, and dispositions they have little or no experience, and in situations where those who appear the most stirring in the scene may possibly not be the real movers.

[Quando eu vejo o espirito de(a) liberdade em ação, eu vejo um forte princípio em atividade; e isso, por enquanto, é tudo que eu posso saber sobre ele. O gas selvagem, o ar fixo, é simplesmente liberado; mas precisamos suspender nosso julgamento aé a primeira esfervecencia estar um pouco clara, e até vermos algo mais profundo que a agitação de uma superfície problemática e borbulhante. Eu preciso estar toleravelmente certo, antes de aventurar-me publicamente na congratulação dos homens em ter recebido uma benção, se é que eles realmente receberam alguma. Elogios corrompem tanto o destinatário quanto o remetente, e adulação não traz benefícios aos homens do que trouxe aos reis. Eu deveria, portanto, suspender minhas congratuações à nova liberdade da França até ter sido informado de como ela foi combinada com governo, com força publica, com disciplina e obediencia às forças armadas, com a coleta de um retorno efetivo e bem distribuido, com moralidade e religião, com a solidez da propriedade, com paz e ordem, com modos civis e sociais. Todas estas coisas de seu próprio modo) também são boas e sem elas a liberdade não é um benefício enquanto ela subsiste, nestas condições subsistindo por pouco tempo, O efeito da liberdade em indivíduos é que eles podem fazer aquilo que eles gostam; mas precisamos ver o que será que lhes dará prazer, antes que sejam arriscadas congratulações que logo se tornem reclamações. Prudencia ditaria isto no caso de homens separados, insulados, mas liberdade, quando homens agem em conjunto [men act in bodies, tradução altamente arriscada, que estou disposto a justificar] é poder. Pessoas educadas [considerate[, antes de se auto-declararem, vão observar o uso que é feito do poder e particularmente da tentativa de algo como um novo poder em novas pessoas cujo os princípios, temperamentos,  e disposições elas tem pouca ou nenhuma experiência, e em situações onde aqueles que aparecem mais poderosos no momento podem não ser os reais agentes.]

BURKE, Edmund. Reflections on the Revolution in France.

Impressionante como filosofia tem feito sentido nestes últimos dias. Burke, vocês sabem, é o grande estraga-festa da revolução francesa. Claro, ele era um conservador. Mas ele tinha um baita ponto.

Sem representação, sem fundamento e sem consequencias efetivas e bem-distribuidas – qualquer apelo à liberdade ou justiça é uma quimera, uma caldeira borbulhante que não oferece segurança e não se sustenta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: