A-Lex::Sepultura

Senhoras e senhores, a maior banda de metal do mundo:

Sepultura é uma banda que ocupa um lugar querido no meu coração. Acima de tudo, por ter me possibilitado gritar “Metálica mulherzinhaaaa” depois de um show absolutamente perfeito em 1999. Mas estamos falando de meu eu-careca, o meu eu-pré-filosofia.

Escuto Sepultura em doses homeopáticas, e tinha achado o Roarback um album tão ruim, que tinha decidido não dar muita bola para eles – afora o eventual show aqui ou ali. Mas sempre com respeito ao Derreck Green, maior vocalista gutural de todos os tempos.

Case in point:

O album novo é o melhor album desde o Against, o que não é pouco. O dante xxi já mostrava uma banda voltando à forma.  O baterista novo, bem, o baterista novo é mutante:

Enfim, não vou fazer considerações a respeito do “tema” do album ou das “letras”. Basta dizer que é um album de metal, e deve ser ouvido como um album de metal. Neste sentido, é um tremendo album de uma tremenda banda – talvez a maior – no estilo.

Mas fica a dica, vale ouvir.

Comments
15 Responses to “A-Lex::Sepultura”
  1. Ferrari disse:

    Derrik Green, o negão que satisfaz.

    quero ver metalhead idiota agora falar que eles ficaram viados depois que o Max saiu.
    Os Cavaleira que freiavam a banda.

  2. Marcelo disse:

    Roots é o melhor deles, não vou nem discutir.

  3. Não discordo.
    Mas eu acho o Against um baita disco.
    E este último não tá maus não.

  4. Ferrari disse:

    Que bom que tu não discute estar errado.

    Roots = Álbum pra gringo ouvir e achar “étnico”
    Carmem Miranda com vocal gutural.

  5. “certo” / “errado” -> juizo estético = nenhum sentido :P

  6. Ferrari disse:

    “Certo” e “errado” = Eu decido. E tenho dito.

  7. Habkost disse:

    O roots é ruim. Quer saber? tu não gosta de sepultura se tu não gosta do beneath the remains. O chaos ad é um puta disco, mas é pop. O against é um puta disco, e o dante xxiii é legal.

    Não sou de concordar com o ferrari, porque concordar com o ferrari não tem graça, mas o roots é pra gringo achar bonitinho.

    certo = sepultura afú
    errado = chico buarque afú.

    Isso é cristalino. se tu não gosta, fabs, te dou de comer para os evangélico ^^

  8. Habkost disse:

    bá. MUITO FODA o A – Lex.
    great succes

  9. Marcelo disse:

    Eu gosto dos outros.
    Mas o roots é o melhor.
    Tem o Carlinhos Brown.

  10. Marcelo disse:

    Outra: a essa altura o Sepultura já é uma banda gringa.

  11. Ferrari disse:

    Tão gringa que obrigaram o vocalista americano a morar no Brasil e falar português com eles.
    O Max sim que é brasileiro, né?

  12. Marcelo disse:

    Me enganei, escrevi “a essa hora” e quis dizer “sempre”.
    O estilo é gringo, o vocal é em inglês, as letras falam sobre coisas gringas numa ótica gringa. (Não consigo parar de pensar num metal gringo de verdade: rrévi métall polenteero)

    É tipo torcer e sentir orgulho pela seleção brasileira: TODOS, incluindo o técnico jogam na europa. O fato deles serem brasileiros é um mero acaso.

    Então Roots ser “pra gringo ver” não chega a ser um demérito pq na prática eles são gringos. Por mais que se vistam de amarelo.

    E continua sendo o melhor cd deles pq foge do lugar-comum metálico.

  13. Marcelo disse:

    E o Angra da época do Holy Land.
    E tenho dito.

  14. Ferrari disse:

    Depois desse comentário sobre o Angra acho que nada mais precisa ser comentado.

  15. Marcelo disse:

    Vá ouvir chico.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: