Em defesa do Minimalismo Jurídico

Eu, me metendo em polêmica.

Voltando a escrever sobre filosofia do direito, depois de muito tempo.

Passem lá no distropia, porque pode cair ao mundo ao meu redor, mas eu não vou parar de produzir, entendeu, universo?!

Comments
5 Responses to “Em defesa do Minimalismo Jurídico”
  1. Renata disse:

    se eu fosse tu, eu não provocaria…
    quer continuar escrevendo: escreve, então. Mas… daria pra fazê-lo sem alarde??

  2. Essa é minha vida, Rê. ;)

  3. Ferrari disse:

    Droga, vou ter que desligar a máquina de controle do tempo (colocando o mindinho no canto da boca, à lá Dr. Evil)

  4. o primogênito disse:

    “essa é minha vida”

    ai ai, parece algo tipo:
    “eu nasci assim, eu fui sempre assim… Gabriéeela…”

  5. Luis disse:

    Gostei do texto. Meio bla-bla-bla demais pra mim, mas buenacho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: