Antes que eu me esqueça

Sexta:

Ler Arrow.

Aula.

Jogar cartas até as quatro da manhã (nem sei porque eu e Carlos continuamos tentando, as gurias ganham SEMPRE. É impressionante aquelas duas).

Sábado.

Acordar tarde.

Fazer o appetizer que iríamos levar para a festa.

Ir para a festa, comer moqueca de camarão, pirão, e para os americanos, Hamburguer, Linguiça (Tennessee Style, not Chicago). Um bando de jovem jogando bocha (me recuso, eu sou um homem de princípios, educado por pessoas de principios que sabem que não se joga bocha antes da aposentadoria e/ou do convite a se juntar ao grupo de aposentados que se encontra jogando).

Reclamar de dor de dente. E olhar para uma mesa fantásticamente cheia de coisas gostosas e pensar “eu odeio que meu ciso resolveu botar os ombros prá fora neste final de semana, realmente odeio”

Domingo.

Acordar cedo. Ir para o lago. Nadar no lago. Ajudar a resgatar uma boia no formato de tubarão que migrou para a no-swim area e ser celebrado como um herói por um bando de guri sarnento.

Ver o jodo do Brasil. Ver os americanos certos que iam ganhar, se abraçando, se amando e dizendo U!S!A!. Eu tava frio, é futebol. Os americanos, então, tiveram que engolir a derrota, e fomos todos beber para esquecer no bar de motoqueiro que fica na beira da Old 13. Ceva por 1.25? Sim? Sim. Michelob? Sim? Sim. Um bife do tamanho, sei lá que tamanho tinha aquele diabo de bife. Era grande. Pronto. Grande. Ok? Americano gordo grande. Eu? Eu comi queijo frito (A/C Groo) e bebi Coca Cola (A/C Coligay) por causa do meu ciso (não, mãe, não tá horrível. Tá sob controle. Só tá incomodando. Mas tá normal, não te preocupa).

Daí, eu chego em casa. E o que eu faço?

Eu passo, uma hora lavando, limpando e escovando o interior do carro, enquanto eu escutava Queens of the Stone Age. Com pausas para ajudar a tati que enquanto isso estava lavando as roupas no abrigo-anti-bomba do nosso condomínio (não, isso Não é uma piada. A lavanderia fica no abrigo anti-bomba, anti-tornado, anti-terremoto) . Depois, mais uma hora, com a Tati me ajudando no processo de lavagem, secagem e polidez (é açim qui ciskrevi?) do auto.

Socorro.

Eu acho que virei americano.

Comments
10 Responses to “Antes que eu me esqueça”
  1. Marcelo disse:

    Americano? Isso tu descobre no superbowl.

  2. paulo disse:

    A parte final do serviço é POLIMENTO e não POLIDEZ(polidez é de polido ,educado ,de fino trato ,como vc o é)

  3. Renata disse:

    O Paulo foi muito polido aí em cima :). Escuta, tu não levaste um dicionario Aurelio pra jornada americana?
    A proposito: muito queria estar aí, só pra berrar TOOOOMAAAAA (ou o equivalente disso em ingles), no fim do jogo. Isso q eu nem sentei pra ver o jogo, pq, né?

  4. Sérgio disse:

    Pô, além de lavar a tua cueca com freio de Harley Davidson ela tem que ajudar no carro, tu não mudou nada hein Aparicio?!. E quando quiser ganhar diga para o Carlos me ligar que eu passo os truques heheheh

  5. paulo disse:

    os meninos são sardentos ou sarnentos? Neste ultimo caso a piscina não é boa. AHHH,soube que vais ser condecorado pelo Mayor de Cdale com a ordem da GOLDEN JAWL por salvar a bóia de tubarão para os meninos!

  6. marta disse:

    Como sob contole se num texto de 20 linhas a dor de dente/siso foi mencionada 4x? A propósito, jogar bochas, num domingo, é permitido.

  7. Habkost disse:

    Pois então, sem roupa é mais macio.

  8. G.D. disse:

    Tem BOCHA nos USA?

    Capão da Canoa FOREVER.

    Minha adaptacao nessa tua cidade em um hipotetico futuro vai ser SUAVE, pelo visto.

    PS: e com essa da CEVA barata em BAR de motoqueiro, estao praticamente me CHAMANDO.

    Brabo vai ser eu responder FRENETICAMENTE “quem???” quando for mencionado o nome de J. Searle.

  9. Ih cara, ODEIAM filosofia analítica aqui no departamento. Sério mesmo. A coisa mais parecida é um ou dois professores que trabalham Whitehead.

    Toda linha via-Russerl não é muito bem vista aqui. Tanto que a turma me sacaneia quando eu falo de Rawls. O diretor do curso estuda Rawls, though. Mas como bom diretor, não dá aula.

    O departamento de Administração de Justiça aqui tem foco em criminais, viste? E tem ALGUMA fama no mid-west e no mid-south… O meu vizinho Japa estudava criminais aqui, era polícia no Japão e talz.

    Por sinal, Divan. Esta é a ceva CARA. A ceva barata é o Pitcher de DOIS LITROS E MEIO por DOIS PILA, toda QUARTA feira junto com a PIZZA por SEIS PAUS.

    Não sei se eu chamaria de BOCHA, era uma bixisse jogada na GRAMA e com BOLA DE PLÁSTICO. Mas vá-lá.

    Rainha do Mar na veia, véi.

  10. Em tempo:
    Renata:
    “TOMMMAAAAA” em inglês é SUCK IT

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: