Sonic Youth @ War Memorial, Nashville-TN, 7/11

Desculpem a demora. Eu estava ocupado fazendo nada.

Pois bem, este post, de pouco interesse para Fernando Ferrari, começa com um momento Fnord.

O show foi no War Memorial, um parque central em Nashville, em honra da primeira guerra mundial. Construído logo depois do governo Wilson, aquele, que acreditava que a grande guerra era a última. Pois bem, foi sem dúvida a melhor casa onde assisti um show aqui nos Estados Unidos.  E talvez o melhor lugar onde eu já tenha assistido um show – ponto. É perfeito. A acústica, tamanho, estrutura, limpeza, tudo é sensacional. E também é um lugar bonito.

Mas, vamos lá, estamos em Nashville. Em um lugar projetado por arquitetos que gostavam de simbolismo, e toda aquela macaquice americana de “greco-roman”, e aquela influência também dos germânicos e suas estruturas grandes e opressivas.

O que me leva ao teto do War Memorial.

longe

Bonito, né?

Vamos para os detalhes.

longe-detalhe

Alguma coisa de estranho?

Faz uma força.

Nada?

Porra, mas tu não tem vocação para paranóico, hein? O Ferrari já descobriu. Mas vamos APROXIMAR:

fnord

Com detalhe e tudo. Fnord para vocês também.

Tá, agora para o show.

A banda de abertura foi a Entrance Band, que entre outras coisas tem a Paz (ex Perfect Circle, Zwan) no baixo. A banda é bem legal, baixarei o cd e recomendo entusiasticamente. Em termos gerais, trata-se de uma versão da costa Oeste do tipo de som que bandas como Interpol e Rapture andam fazendo. Achei muito legal, muito divertido. Vou continuar acompanhando os caras.

Depois disso, na hora correta, o sonic youth entra no palco.

Inicialmente, preciso dizer que Sonic Youth é uma banda que eu coloco entre as minhas dez preferidas. Para mim, ver este show equivale a ver um show do Led Zeppelin ou mesmo do Rolling Stones. Não tem galho, não pretendo que outros pensem como eu. Mas é como eu vejo isso. Junto com os Bad Seeds, eu considero Sonic uma das bandas que mais inovou e que mais se manteve constante na trajetória deles. Então, este show era algo que eu estava ansiando para assistir. Especialmente depois do – excelente – album novo.

Por sinal, das 17 músicas tocadas 11 foram do album novo. As outras 6 foram todas músicas do período anos-80 da banda. Hit mesmo, a banda só tocou Silver Rocket e The Sprawl, ambos do Daydream Nation (album que eu colocaria entre os dez melhores da história do Rock and Roll).

A Kim Gordon está com cinquenta e seis anos. O Thurstom com 50. O Lee com 51. Eles continuam botando todas a trupe de imitadores no chinelo.

Bueno, o set list foi:

1. Sacred Trickster (The Eternal, 2009)

2. No Way (The Eternal, 2009)

3. Calming the Snake (The Eternal, 2009)

4. Silver Rocket (Daydream Nation, 1988)

5. Antenna (The Eternal, 2009)

6. Leaky Lifeboat (The Eternal, 2009)

7. Malibu Gas Station (The Eternal, 2009)

8. The Sprawl (Daydream Nation, 1988)

9. Anti-Orgasm (The Eternal, 2009)

10. Walkin Blue (The Etenal, 2009)

11. Poison Arrow (The Eternal, 2009)

12. Massage the History (The Eternal, 2009)

13. White Cross (Sister, 1986)

14. Encore:

15. Shadow Of A Doubt (Evol, 1985)

16. Pacific Coast Highway (Sister, 1986)

17. Encore 2:

18. What We Know (The Eternal, 2009)

19. Death Valley ’69 (Bad Moon Rising EP, 1985)

Antes de acharem que o show foi curto, lembrem que algumas destas músicas ficam com coisa de 12 minutos ao vivo. Para mim, os pontos altos foram Shadow of a Doubt, White Cross, No Way e The Sprawl . Tambem ficou claro para mim que a banda tá naquele nível que os músicos mal precisam se olhar para saber o que fazer, mas foi massa também ver o Lee Ranaldo modificando os pedais da guitarra ao vivo e reparar nas fitas tapes das guitarras montadas.

Como eu disse, para mim, este show é de uma banda maior que The Who ou Television. O Sonic é um daqueles casos de bandas que passam, com tranquilidade, a maior parte dos artistas que influenciaram eles (Stooges, por exemplo, é uma banda bem inferior).

Ah sim, a tati apertou a mão da Kim Gordon e ficamos na segunda fila. Portanto, devemos aparecer no DVD futuro deste show – que certamente estavam gravando, considerando a quantidade absurda de câmeras de alta definição – daquelas com microfone embutido e tudo – presentes no local.

Alguns vídeos do show:

White Kross:

No Way:

Paficic Coast Highway:

O cara poderia ter filmado a gente aqui, mas resolveu parar de filmar a Kim Gordon quando ela foi pro lado do palco onde a gente tava.

Baita show.

Comments
5 Responses to “Sonic Youth @ War Memorial, Nashville-TN, 7/11”
  1. Ferrari disse:

    Bom, duas coisas nisso
    Primeiro que o nazismo teve muita influência americana sim, vide o avô do w. Bush

    Outra é que a suástica é um símbolo quase universal; os nazistas foram muito espertos ao usá-lo. nativos norte-americanos, hindus e mesmo japones o usaram bastante.
    Vide http://www.i-am-bored.com/bored_link.cfm?link_id=42046

    Ademais, Sonic Youth é um saco. E tenho dito.

  2. Tati disse:

    eu gostei especialmente de “Death Valley ’69”, foi bem legal ver os três cantando juntos. Sintonia absurda.

    Maior que o Television, é? Eles iam ficar tri felizes com esse elogio. :)

  3. Bah, eu acho. Television tem dois grandes albuns e um monte de bobagem. Sonic Youth tem pelo menos quatro grande albuns (Sister, DDN, A Thousand Leaves, Murray Street) e gravaram, em quase trinta anos de carreira, muita pouca coisa que eu diria ser ruim ou até regular.

  4. Tati disse:

    Eu concordo contigo, mas eles não gravaram Marquee Moon. E daí, convenhamos né? Aquela música sozinha vale uns três bons álbuns. :P

  5. Dá para dizer o mesmo sobre Hey Jonny. :)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: