1000 posts

Observando as estatísticas do blog, percebi que este blog atingiu sua milésima postagem hoje.

Abri aqui em Outubro de 2006 (quase três anos, portanto), procurando um lugar para colocar rants-não-pessoais (ou seja, fora do esquema diário-de-guriazinha), e tentando evitar a guinada que tinha ocorrio no finado floatinspace – que era um blog mais coletivo, e também um blog menos coletivo – depende como tu interpreta.

Desde então, este blog passou por uma pretensão acadêmica (inicial, logo descartada), chegando em Carbondale me debrucei no blog como válvula de escape, seguindo obcessivamente o cenário político americano para fugir um pouco da corrida enloquecedora da  bolsa, e depois largando de mão a política e voltando para um blog mais convencional – mas acho que ainda não confessional, o que é ótimo.

Parte disso é que talvez eu tenha largado de mão qualquer pretensão de me levar a sério, ou achar que isso aqui pode ter qualquer importância além de ser mais um bloco de notas e rede de relação com o pessoal em terra-brasillis. Certamente este blog não sobrevive minha volta ao brasil, mas isso é assunto para daqui a dois anos – e o Ferrari tem razão quando diz que este blog não é só meu, afinal de contas, tivemos discussões de 65 comentários acerca de zumbis, além de épicos comentários sobre dados, política, religião e a sexualidade dos filósofos.

Enfim, mil posts é um monte. São quase mil páginas. Em outros tempos, escrever mil páginas era coisa para poucos. Hoje qualquer um pode ter delírios de Montaigne, escrevendo um diário da própria-consciência e publicando ele pro mundo (não que o mundo vá ler, o mundo tende a não se importar…).

Seguimos o baile, logo chegamos a dois mil.

Comments
3 Responses to “1000 posts”
  1. G.D. disse:

    Deixo meus mais sinceros parabens e saliento que a longevidade e a longe-postividade do blog, se da, em grande parte, pelo mais absoluto dominio do timming de tiradas como a que abaixo reproduzo:

    “…Parte disso é que talvez eu tenha largado de mão qualquer pretensão de me levar a sério, ou achar que isso aqui pode ter qualquer importância além de ser mais um bloco de notas e rede de relação com o pessoal em terra-brasillis. Certamente este blog não sobrevive minha volta ao brasil, mas isso é assunto para daqui a dois anos – e o Ferrari tem razão quando diz que este blog não é só meu, afinal de contas, tivemos discussões de 65 comentários acerca de zumbis, além de épicos comentários sobre dados, política, religião e a sexualidade dos filósofos…”

  2. Ferrari disse:

    É um bom começo.

  3. marcosfanton disse:

    Radicaaaaaal!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: