Filosofia: uma short list

Oi, este blog ainda existe. Sim, eu continuo determinado a perder todos os leitores que me restam.

Pois bem, tudo começou com um papo que eu tive com o Thiago Leite sobre como começar a falar de filosofia. Particularmente, sou um minimalista (assim como o Thiago, creio eu), mas quais são os textos que eu indicaria para começar a falar de filosofia? Por onde começar o papo? Vou dividir por areas e tentar brincar um pouco com os temas:

Etica e Filosofia politica:

1) O porco filosofico (The pig who wants to be eaten)

Baggini sugere cem experimentos baseados em exemplos da literatura e coloca respostas de cada escola de pensamento.O título em ingles faz referencia a um dos exercícios, que é tirado do livro “o restaurante no fim do universo”, onde um animal se oferece para ser comido. Mais que isso: ele quer ser comido. Ele tem se exercitado para ficar especialmente gostoso nas coxas. E ele odeia profundamente a propria vida e vai se matar ali do lado, na cozinha. Como agir? O livro da cinco ou seis respostas possiveis a cada exemplo colocado, e acaba sendo uma introdução espetacular as diferentes formas de compreender a moralidade.

2) Elegia para Socrates: Platão

Boa parte das questões  morais da filosofia antiga dizem muito pouco, quase nada, para nossos ouvidos modernos e sem saco. O anarquismo platonico, a virtude aristotelica, tudo é muito velho. A questão Socrática? Permanece. Todo dia. O que tu faz se tu discorda das leis? Qual é o limite da obediencia? A historinha do socrátes pega todas estas questões, que seguem sendo recicladas.

3) Historia da Filosofia Moral e Historia da Filosofia Politica, John Rawls

Não consigo pensar em um autor mais claro, nem em um autor mais didatico, para dar um panorama geral das coisas.

Estetica

1) A invencao da beleza e A invencao da feiura, Umberto Eco.

Talvez porque tenham sido dois livros sobre estetica que eu tenha conseguido ler sem ter jogado o livro contra a parede e jurado o autor de morte.

Metodo e Metafisica

1) Introducao e Prefacio da Critica da Razao Pura, Kant.

Maior exemplo de como começar um argumento, como colocar os parametros de um texto e como revolucionar toda uma área do conhecimento com meia duzia de frases.

2) Categorias, Aristoteles.

Impossivel entender qualquer coisa de filosofia sem saber as categorias.

3) Questoes sobre o entendimento humano, David Hume

Uma das melhores introducoes a filosofia ja escritas. Talvez a melhor.

4) Segunda e Quarta meditações cartesianas, Descartes.

Principalmente divertido para ser oposto ao Hume.

Ciencia e epistemologia

1) Um mundo assombrado por demonios, Carl Sagan

2) O Gene Egoista, Richard Dawkins

3)  Verdade, um guia para os perplexos , Simon Blackburn.

Cada geração tem os empiricistas que merece. Este são os nossos. Creio que o Sagan fez o maior serviço de divulgação cientifica da historia. E Blackburn, apesar de ser um otario, seja um dos caras que escreve de forma mais clara e definitiva sobre temas complicados.

4) Atiçador de Wittgenstein, John Eidinow

Para compreender o circulo de Vienna.  Tambem serve para entender o que diabos é a filosofia analitica. E como o positivismo logico não é uma linguagem filosofica homogenea.

Linguagem e Interpretação Contemporaneas.

1) Primeiro Capitulo do Interpretação das Culturas e Anti-Anti relativismo no Nova luz sob a antropologia, Geertz.

Um dos meus livros preferidos. Um dos melhores capitulos que ja li. Nos dois casos.

2) Prefacio e Introducao a Fenomenologia da Percepcao de Merleau-Ponty

Ja li muita coisa em filosofia continental. Nunca li nada que fique proximo do nivel de clareza do Merleau-Ponty neste livro. Ate concordo que nao eh o apice do Merleau-Ponty, nem o apice da fenomenologia. Mas, sem duvida, eh a melhor introducao. Chega a ser lindo ver o autor destruir com toda a patota sobre internalismo e externalismo em quatro paragrafos sobre a relacao entre o corpo e o mundo.

3)  Primeira, terceira e quinta meditacoes Cartesianas, Husserl.

Husserl queria que as meditacoes fossem uma introducao ao metodo fenomenologico. Nao custa tentar, neh?

Comments
One Response to “Filosofia: uma short list”
  1. gabrieldivan disse:

    HAHAHAHA.

    Nota-se claramente o SACO CHEIO do autor a medida em que o post vai sendo escrito e as descricoes sobre as obras vao diminuindo. Heh!

    Pelo menos serviu para modificar a imagem que eu tinha da ideia de ler o “Porco Filosofo”, eis que, me parecia GOLPE puro e simples (admito que tive preconceito pelo titulo)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: