Desmistificando Heidegger (só que não)

Tudo começou hoje de manhã, enquanto eu ouvia meu chefe falar do DÁÁÁÁÁÁÁ do sein. No DASEIN Heideggeriano. Daí, fiquei perplexo, que todo o sujeito que estuda Heidegger teima em falar com certa gravidade o DÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ seguido por um deprimido, meio molenga, sein. Fica tipo o DÁÁÁÁÁÁA-espaço dramático-sein. Meio performático, quase. Como em “DÁÁÁÁÁÁÁ-sein significa … Continue lendo

Sobre o SOPA, lá no Distropia

Chamar a disponibilização de conteúdo online de pirataria é uma piada de mal gosto. Baixar um conteúdo online não é a mesma coisa que passar em um camelô e comprar um CD pirata. A disponibilidade desse conteúdo online é mais uma questão de possibilitar acesso a conteúdos normalmente inacessíveis – não fosse o Napster, lá … Continue lendo