On legacies, on ourselves

{else: why the black notebooks matter {{ Consider the case of a technology with a terrible history. We use techs with terrible history, with  awful moral and political implications, all the time. I, for one, am using a few of them right now: I wear shoes made by companies that explore slave labor, I use … Continue lendo

Desmistificando Heidegger (só que não)

Tudo começou hoje de manhã, enquanto eu ouvia meu chefe falar do DÁÁÁÁÁÁÁ do sein. No DASEIN Heideggeriano. Daí, fiquei perplexo, que todo o sujeito que estuda Heidegger teima em falar com certa gravidade o DÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ seguido por um deprimido, meio molenga, sein. Fica tipo o DÁÁÁÁÁÁA-espaço dramático-sein. Meio performático, quase. Como em “DÁÁÁÁÁÁÁ-sein significa … Continue lendo